segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Por que brasileiros são tão filhos da puta em jogos online?

Enquanto lia meus feeds, me deparei com esse excelente texto do Fábio Bracht do blog Continue. Leiam, vale a pena.






Deixa eu contar uma história. Uma história que certamente não é a primeira do tipo por que eu passei, mas foi a que me irritou o suficiente para escrever este post.

Uma história que aconteceu em Team Fortress 2, mas que poderia ter acontecido, de forma bastante parecida, em qualquer outro jogo online, de Counter-Strike a World of Warcraft.

Mas já aviso: o texto é grande e não muito simpático.

Meu primeiro contato com Team Fortress 2 foi no 360, quando eu comprei o Orange Box, numa época em que não tinha PC pra jogar decentemente. A maior diferença de jogar no console não é a jogabilidade, o fato de ter que trocar teclado e mouse por joystick. Não. A maior diferença é que todos os servidores de jogo são “gringos” e quase não há brasileiros jogando.

Se eu disser que tudo era perfeito em relação ao comportamento do pessoal, estarei mentindo (até porque estamos falando da Xbox Live). Mas também é verdade que em boa parte do tempo o que eu ouvia pelo headset eram coisas como “tem Spy chegando na base”, “tá vindo um Heavy com Medic, se liguem” ou “me avisa quando você colocar sapper na sentry pra eu poder destruir”. E em boa parte das (poucas) vezes que eu perguntava alguma coisa de noob, era respondido. Foi assim que aprendi o básico para se jogar TF2.

Agora corta para ontem, quando jogava uma animada partida na hora em que um garoto entrou no jogo e perguntou, meio preocupado, “vocês sabem se o update do Scout já saiu?”, ao que um outro cara, mais velho, respondeu: “já sim, você não baixou?”

– Não… nem tô sabendo de nada.
– Ih, cara, se liga. Se você não baixar até hoje ao fim do dia, vai perder o jogo.
– Hã?! Como assim? *preocupado*

Mentira, óbvio. O update do Scout já foi prometido indiretamente pela Valve, mas ainda não saiu e nem tem data pra isso. Mas o que mais me impressionou foi a velocidade em que o mentiroso respondeu. Não rolou uma consulta à consciência, um “vale a pena enganar o moleque só pra dar umas risadas? Ah, vale, foda-se”; não houve hesitação. Simplesmente no instinto, o cara mentiu. Não levou dois segundos. Foi o primeiro reflexo dele.

Mas minto: algo me impressionou tanto quanto isso. Foi o fato de que mais três ou quatro caras que estavam no jogo terem se juntado ao mentiroso, para ajudar na mentira, deixando o coitado do novado preocupado, enquanto todos os outros simplesmente riam em silêncio atrás dos seus computadores ou, pior, achavam aquilo uma merda mas não se manifestavam.

Eu fiquei tão fervendo de ódio com tamanha filhadaputice que demorei um pouco pra intervir. Estava sem headset, então soquei o caps lock é digitei: “NÃO, CARA, NADA DISSO! ESPERA AÍ!”. Num segundo eu dei alt+tab e fui confirmar o endereço do blog oficial do TF2, que queria passar pra ele, dizendo pra consultar sempre ali, porque seria o lugar onde o update seria anunciado quando saísse.

Ao voltar pro jogo, o moleque já tinha saído, provavelmente apavorado e achando que ia perder o jogo por não ter feito o update (vamos poupar o julgamento do carinha, ok? Por mais que seja ridículo alguém acreditar que pode perder o jogo só por não ter feito um update, todos já fomos noobs nessa vida.) Eu perguntei pro pessoal se eles lembravam do nick dele, porque queria adicionar ele no Steam pra falar com ele e tal.

Pra quê? Começaram a me tirar pra otário. E eu, mesmo sabendo que não é o mais indicado a fazer, respondi: “como vocês são uns filhos da puta sádicos”.

A partir daí foi um festival de tudo que há de pior na humanidade. Um digitou “nossa, como ele é bondoso, ui!” no chat. Outro me disse, pelo headset, que se eu gostava tanto do moleque era pra eu ir lá e deixar ele me comer (!). Outro mudou o nick para “Sr. Filho da Puta Sádico”. Outro tirou barato de mim, dizendo que “com certeza esse tal de Bracht já caiu numa mentira dessas, por isso fica aí todo se fazendo de bom”. Não, amigão, respeito é um troço que eu sempre tive.

Cara, fiquei profundamente enojado dos meus compatriotas. E digo compatriotas porque, sim, às vezes eu ainda jogo em servidores estrangeiros (no Brasil quase não se acha gente pra jogar o modo Arena), e é NOTÁVEL a diferença de educação. Salvo as inevitáveis exceções, ninguém fica falando merda aleatória no microfone, as pessoas se ajudam, o estilo de jogo é mais focado do trabalho em equipe. Até os nicks são bem diferentes.

Ah, os nicks. Preciso fazer um capítulo em separado para os nicks.

» Os nicks

Deixa eu mostrar os nicks de algumas pessoas que estão na minha lista de “recent players” do Steam.



Por que, meu Deus, POR QUÊ escolher um nick BABACA como esses? Um nick ilegível, impronunciável e que denuncia tão na cara que você é um infeliz que não sabe jogar em equipe! Sim, porque como eu vou avisar ao senhor 8 ) que tem um Spy atrás dele, ou que eu preciso de cura, ou que ele deve ir pela entrada da esquerda em Well porque na direita tem sentry? “Cuidado aí, oitofechaparêntese!” Ah, vá se foder com força!!!

Caras que usam nicks assim são minoria nos servers gringos. Eles existem, e são um problema como aqui, mas não são a regra. Normalmente usam Sniper, Spy, ou outra classe que é capaz de trabalhar meio fora do teamplay. E muitas vezes são bons, acabam ajudando o time indiretamente.

No Brasil não: é raro encontrar alguém que tenha visivelmente se esforçado para criar um nick inteligente (ou que pelo menos use o seu próprio nome, como eu), em oposição aos numerosos casos de gente que criou o nick pensando unicamente em mostrar aos amiguinhos como ele domina o Mapa de Caracteres do Windows. E todos eles jogam com todas as classes, óbvio, inclusive com Médicos e Engenheiros (classes de suporte, que praticamente só servem, ou serviriam, no caso, para ajudar os outros), trazendo consigo todo o egoísta-você-que-se-exploda-lifestyle.



» O F10

Esse é outro que merece um capítulo separado. O F10. Quantas mil vezes eu já me deparei com isso? Explico: F10 é a tecla que sai do jogo. Dá quit no servidor. Agora adivinha qual é a resposta padrão para qualquer pergunta que um inocente novato fizer?

“Como abre as armas novas, alguém sabe?”
“Aperta F10 e escolhe no menu”.
Noob left the game (Disconnected by user).

“Como eu subo nesse lugar aí onde vocês estão?”
“Aperta F10 que tem um pulo mais alto lá”.
Noob left the game (Disconnected by user).

“Como dá critical hit?”
“Tem que apertar F10 pra ligar o critical”.
Noob left the game (Disconnected by user).

“Como cura?”
“Aperta F10”.
Noob left the game (Disconnected by user).

Não é o CÚMULO da filhadaputice? Em vez de ensinar os outros a jogar, o pessoal (e não é um ou dois, eu já vi isso acontecendo INÚMERAS vezes) simplesmente faz com que o coitado do cara, que acabou de comprar o jogo e tá querendo aprender a se divertir, essencialmente se “auto-kicke” do jogo.

E notem que, além de ser algo extremamente idiota / filhodaputa / egoísta / babaca / sádico / canalha de se fazer, quem faz isso está SE prejudicando por um mísero LOL. Se o carinha tava perguntando “como cura”, é porque ele estava querendo jogar de Medic, e TODO time precisa de Medic em QUALQUER situação. Sem contar que o Noob tem grandes chances de, em vez de abominar uma atitude como essa, resolver que a melhor forma de lidar com isso é aproveitar a primeira oportunidade pra pegar outro Noob nessa pegadinha. Porque brasileiro é filho da puta em jogos online, não tem jeito.



» Conclusão

Se você é brasileiro e joga online, por favor esforce-se para não ser um filho da puta. Já há demais deles. Adote um noob. Ensine como jogar, como se comportar (regra número um: não seja o babaca que você não tem coragem de ser no mundo offline) e, principalmente, ensine que o cara mais legal do servidor não é o cara mais estúpido.

E se você for o carinha que saiu do servidor achando que ia perder o jogo porque não baixou o update do Scout que ainda nem existe, saiba que está tudo bem.

51 Nerds comentaram sobre isso:

nerdsedentario comentou:

Caramba, ótimo texto.
Eu também fico puto com essas coisas. Na época que eu jogava Conquer Online sério(ainda jogo um pouco), sempre que eu não tinha nada para fazer no jogo eu ajudava os outros. Mas sempre vinha um puto brasileiro, claro que não são todos, e matava o cara ou me matava. Ou o cara pergunta alguma coisa idiota e em vez de responder fala 'noob'. Acho isso ridículo pra caramba. Mas fazer isso o que, isso sempre vai acontecer em algum jogo.

Anônimo comentou:

ah...para de ser chorao rapa!!!!jogo e pra isso mesmo, diversao!

Bruno comentou:

Sim, mas as pessoas devem se divertir mantendo o respeito. A sua liberdade acaba quando a de outra pessoa começa. Aposto que quem faz essas filhadaputices online não tem coragem de fazer coisas equivalentes na vida real com alguém que ele nem conhece.

...Igor... comentou:

Cara da muita raiva isso,quando eu to jogando Day of Defeat Source ou CS Source,eu normalmente entro em server americano e ingles, o pessoal se respeita e ajuda,voce se diverte mais,as vezes chega algum "noob" eu uns amigos meus (gringos) ajudamos ele.
Mas se voce vai num server UOL da vida,voce mal escolhe o seu time e a classe ja tao xingando um,zuando outro.
E muito chato isso.

Reuel Ramos Ribeiro comentou:

Eu desisti de jogos online graças a isso.
Um pior que o outro, não sabem jogar.

E quem fica gritando feito idiota no microfone então?
FFFFFFFFFFFFFFFFFFFUUUUUUUUUUUUUUUUUUU-

Maldita Inclusão Digital -_-

Darklontra comentou:

Jogo novo até acho massa o pessoal perguntar mas um CS, Ragnarok, WOW putaquepariu... os caras lançam tutoriais em tudo quanto é fórum de ajuda, aliás é pra isso que geralmente existe o FÒRUM para vc dar uma de Noob sobre um assunto, é claro que não mata vc ir e ajudar um cara mas que ele poderia se informar um pouquinho mais, isso é inegavel.

Jorge Runnerba comentou:

Filhos da Puta...
Sempre soube disso, agora vem um post COMPLETO sobre o assunto...
Maldita inclusão digital e "adolescentes" cheios de espinhas a fim de zoar com todo mundo!
Falei!

Cezar Berger Junior comentou:

Concordo plenamente com o texto. Tenho um ódio mortal de coisas do tipo que acontecem em jogos online. Já adotei vários 'noobs' e até fui feliz com isso, pois vi muitos caras, que quando parei de jogar, chegaram LONGE e depois me ajudaram, quando voltei a jogar.

Acho que os jogos onlines são um microcosmo: dá pra ver como o player age na vida real, pois é bacana ser mais honesto no jogo e não ser um filho da puta. :D

Aulus comentou:

Pior que eh verdade.No TF2 ainda n vi gente assim mas jogo como wow jah vi a lot.

Pontas comentou:

O fato é: esse tipo de gente tá em todo lugar. Não só em jogos online, mas até mesmo no nosso Congresso. São os mesmos. Indecorosos, canalhas, babacas, que não tiveram a formação básica de respeito e educação.
E esses losers-sem-vida-social-que-se-refugiam-em-jogos-pra-tentarem-ser-alguém são os piores. Pra se sentirem melhores pisam nos outros, fazem essas canalhices de F10, ctrl + Q, ctrl + L, são scammers, power abusers, botters, cheaters, em outras palavras, usam meios ilegais e inescrupulosos pra terem vantagem, da mesma forma que os filhosdaputa corruptos que todo mundo aponta, culpa e julga fazem. E aí? Hipocrisia? Ou a nossa natureza? Ou será ainda que o mundo fez a gente ficar assim? Não. Comodismo. Falta de vergonha na cara e conseguir as coisas com o próprio esforço.
E tudo isso vem desembocar nos nossos joguinhos tão queridos. 'É só um jogo, pra se divertir'. Exatamente. Onde, no entanto, tá escrito que é preciso ser desrespeitoso pra se divertir? Só mesmo na mente bitolada desses que vêem graça na desgraça dos outros, mesmo que seja só o fracasso de um noob. Ou newbie, uh?
E é uma vergonha ter que admitir que a freqüência com que se acha esse tipo de gente é sempre maior entre brasileiros. Dói no nosso patriotismo de cada dia. Mas talvez esteja aí a resposta não de 'Por que brasileiros são tão filhos da puta em jogos online', mas de 'Por que esse país não vai pra frente'.
É só respeito que se pede. Será que é tão difícil pra vocês, Senhores Morons, consultar suas respectivas consciências antes de qualquer brincadeira de mau gosto, por menores que - as consciências e as brincadeiras - sejam?
É aquela coisa 'your sorrows only feeds someone else's joy'. Mas de onde vem o prazer em brincadeiras tão estúpidas?
É só respeito e educação que queremos, por favor.

Anônimo comentou:

Por isso msm q alguns gringos nao gostam de jogar com brasileiros, preferem excluir... ja vi ate alguns perguntando como xingar em portugues pelo fato de alguns brasileiros darem de fdp com eles... na maioria um bando de muleque sem educacao e respeito.

Anônimo comentou:

huahuahauhauhauahuahauhauhauhauhauhauhaua
vcs são muito Wartão....
HUHUAAHUAHAUHAUHAUAHAUHAUHAUHAUAHAHUAHAUA

Bruno comentou:

Concordo plenamente Pontas, e de quebra, digo que seu comentário vai causar orgasmos na Ori... hehehe

Anônimo comentou:

velho
nao concegui ler essa bosta ate o fim
vao tomar no c...
bando de nerd ridiculo
"fico puto quando um cara vem e zoa o novato e bla bla bla"
tem mta vida alem de pc
e mto mais
alem desses joguinhos ai
que eu nem sabia q existia.
espero nao ta falando merda
ate pq jogar esses joguinhos ai deve ser melhor
do q trasar.

nerd viado

Bruno comentou:

Sr. Anônimo

Primeiro, xingar sem mostrar a cara é fácil né? Tá com medo dos nerds é? E outra, olha o nome do blog, o que você esperava? Baladeirinhos sem cerebro igual a você?

Certeza que tomou as dores porque é um desses babacas que faz tudo o que o post critíca. Alias, se você mesmo disse que nem sabia que existia jogo online, então me diz: o que você tá fazendo aqui nesse blog e que moral você tem pra criticar o post?

Meu amigo desculpe, mas quando você aprender a escrever e a pensar talvez eu te dê crédito para uma possível crítica bem escrita.

Sam comentou:

OWNED!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
(vaza anônimo... antes que fique feio pra vc!)

Perlato comentou:

Acho que na sua cabeça, esses caras que nós nerds tentamos evitar em MMORPGs seria como aquele seu amigo bêbado, que na balada passa a mão na bunda da gostosa com o negão de 1,97 de altura e acaba arrumando briga pra todo mundo.....

Ninguém liga, mas no seu mundinho, isso é chato.

MaK - PG comentou:

A merda é que em alguns servers gringo, brasileiro já é considerado vírus.

thiago comentou:

Certeza cara!
nunca fui muito de jogar online, mas cheguei a jogar alguns e sempre tive o mesmo problema, nao sabia jogar direito e ninguem ajuda. As pessoas q estao lah dentro devem ter mais consciencia q tem muita gente bacana querendo entrar mas nao consegue. Cara, por exemplo, eu tenho 22 anos sou faço pós graduaçao em historia, e eh massa encontrar esses jogos pra desbaratinar, mas eh complicado entrar e se fixar neles por causa desses problemas. Quando joguei Linege, tive esse problema, pesquisei em foruns, e em varios sites na net, mas nao conseguia evoluir do level 40 pra uma especializacao, entao pedi ajuda no jogo, claro q ninguem ajudou, eh foda pq desestimula.
Muito massa o seu texto! E o q o MaK flou pode se tornar um problema, daqui uns dias teremos de esconder o fato de sermos brasileiros pra jogar on-line, jah nao bastava tanta coisa pra se envergonhar nesse país agora ateh em jogo on-line!

Anônimo comentou:

É foda, o brasil esta melhorando em vários aspectos como acesso a cultura, mas parece que a grande maioria ainda gosta de passar a imagem de idiota, vagabundo... Não sei se vcs sabem mas a imagem de brasileiras na Europa é "puta" e brasileiro é vagabundo/ladrão/traficante, falo isso por experiencia propria, tem MUITA puta brasileira na inglaterra e muito ladrão/traficante brasileiro... Lógico que NÃO SÃO TODOS assim, mas a MAIORIA dos imigrantes se comportam dessa forma.. adoro o Brasil, mas o pior do brasil é o brasileiro... Espero que isso comece a mudar, e não adianta bater de frente com essa gente ignorante, tem que ter paciencia e tentar educar, isso leva tempo, e depende de todos.

Michelle FiN comentou:

Infelizmente poucos não são assim... imagino como devem ser na vida real.. isso é, se tiverem uma...

nervouspeople comentou:

Nem jogo online, porém gostei muito do seu texto.

edy comentou:

Muito bom o texto.
Eu tenho o costume de ajudar com tudo que eu sei nos jogos, pois é como eu digo: o jogo é apra TODOS se divertirem.
Os moderadores tinham que ser é casca grossa com esses babacas filadaputas, ora bolas!

Dread comentou:

Sou jogador, de vários games online, tanto em flash, como mmorpg ou tiro. Já vi muita coisa dessa acontecendo e sabe o que eu faço? Eu dou risada, por que quem quer jogar não vai aprender isso "in-game" e sim procurando tutoriais na internet.

Noob's de hoje são os fodas de amanhã. Acho que como tudo na vida, eles tem que levar uns tapas na cara para aprender, sim. Querem tudo de mão beijada, não sabem pesquisar porra nenhuma e ainda saem chorando.

Já fui sacaneado, sim. Hoje não sacaneio, mas não ajudo qm não mereça.

Não chore pelos outros, se acalme e jogue na sua, é a melhor dica =D

Anônimo comentou:

Eu jogo diversos jogos online e, geralmente falando, evito dizer que sou brasileiro até eu ter conquistado a confiança ou no mínimo mostrado que não sou um completo idiota. Em 90% dos jogos você já cria uma estigma dizendo que é brasileiro. Agora devo concordar parcialmente com o Dread. Brasileiro não é só cabaço, é preguiçoso. Quando o cara sinceramente precisa de ajuda, ele está se esforçando, problema algum há em auxiliá-lo. Agora, quando o cara não passa de um puta preguiçoso folgado, pera lá. Não que eu sacaneeie, mas eu ignoro. Minha primeira reação em perguntas básicas a respeito de um jogo, é dizer pro cara procurar em algum fórum, até passo o link. Agora, se perguntas cretinas continuam e ele não mostrou nenhuma luz de sequer ter aberto o link...tem mais é que ir tomar no olho daquele lugar.

Anônimo comentou:

Ah sim, falei especificamente de brasileiros porque, em geral, os outros jogadores já teriam procurado em algum lugar, nem que seja no "Estou com sorte" do google.

Anônimo comentou:

Teve uma época em que eu joguei Gunbound.. mas cara.. q ridiculo se vc é bom vc é xiter se vc é ruim vc é noob
ai voltei a jogar cs.. poxa..
pensei assim "agora a VAC ta banindo geral"
até 1 ano atras tava bom.. agora jogo em DM (deathmatch) pqp.. é AIM e WALLHACK toda hora..
brasilero é o legitimo preguiça... nao ker aprender as coisas e sempre dá um "jeitinho" de se axar o bom.

Bruno Royksopp comentou:

Cara, é a primeira vez que caí aqui no teu blog. Li esse texto sobre a diferença e tenho uma colocação interessante. Morei alguns anos fora do país (Eur e US), e agora que voltei há 6 meses, tenho notado uma coisa muito interessante. O Brasileiro tem uma necessidade imensa de autoafirmação. IMENSA.
Explico: Todos querem fazer parte de um grupinho. De uma comunidade. Querem se vestir da forma X que é como ele acredita que vai ser mais aceito pelos amigos. Quer ter um nick mais "diferente" pois acredita que será mais "mau" assim; Quer ter o máximo de conhecidos no orkut pra mostrar pros outros o quanto ele é popular; Quer sacanear alguem pra tentar achar uma forma de se sentir superior..
Tenho visto isso com praticamente TODO MUNDO nesse país. É impressionante!
Seja ele o cara que fica na LanHouse da esquina jogando online, seja ele o atacante do futebol de campo ou o pegador das gatinhas do colégio.
É uma necessidade de estar sempre sacaneando alguem, de forma que atraves disso ele se sinta maior, melhor.
Não há esperança. Proponho um teste pra quem ainda não fez: Vá até um posto de gasolina e tente puxar conversa com alguns daqueles grupos que ficam perto de carros. Nao dá. Vá até uma lahHouse em alguma vila qualquer e tente falar com algum grupinho. Também nao dá. Vai no clube, na balada..
SEMPRE que o Brasileiro se sente "na frente dos amigos", ele tem uma necessidade gigantesca de querer aparecer e tratar mal o "novato". Seja esse novato no computador ou na balada.

Cueio comentou:

Legal, eu não faço nada dos citados, até tenho um nick descente baseado em apelido mesmo!!
+ de vez em quando brinco com meus amigos, mas nada de pk, ou auto-kick, só algo idiota e desculpavel.

pspbrasilia comentou:

eU SOU UM FDP

Anônimo comentou:

Eu FUJO de server com brasileiro jogando... tenho ódio desse tipo de babaquice comum em jogos online. Mas gente mal educada e com QI de ameba tem esse tipo de atitude mesmo, além de partir pra ignorância e tentar se auto afirmar xingando...

Anônimo comentou:

realmente
acho isso horrivel D:
uma pessoa fazendo isso
dai vem os caras e "noss, q rhoxx!111one"
dai geral vai fazendo isso pq acha foda e quer mostrar que eh "melhor" q os outros
se espalha q nem aids D:
eu jogava flyff praticamente sozinho por causa desse tipo de atitude soh com amigo q eu conhecia in real life msmo :x

Carlos comentou:

Pela quantidade de comentarios , acredito que tem um pessoal que se importa de ter respeito. Muito bom post.

pspbrasilia comentou:

é SÓ DA MUTE PORRA.

rikejuca comentou:

Cara, tenho que concordar com teu post em gênero, número e grau. Eu joguei WoW no servidor europeu oficial, e dos poucos brasileiros que eu encontrei por lá (3), infelizmente nenhum prestava. No entanto, era muito fácil encontrar alguém pra te ajudar que NÃO fosse brasileiro.

O pior de tudo é ver que esse comportamento é que nem o que o cara disse ali em cima, transcende o jogo e é a mesma m* na vida real.

Por isso que essa p* de país não vai pra frente.

PukY comentou:

velho.. sei la.. eu ja fiz isso bastante.. mas dps de um tempo eu achei mancada zoar com as pessoas.. mas antes de jogar um jogo eu sempre tento dar uma olhada nos controles e configurações.. eh sacanagem fzr o cara abandonar o jogo.. mas tbm eh esculacho o garoto entrar no jogo sem saber qual é o botão ke sai.

mas inocencia e sakanagem existem em todos os lugares... quanto ao nick..é as vezes tem gente que escolhe uns nicks bizarros.. (eu axo o meu fácil de se pronunciar) e quanto a assustar os outros por bobeira eh mancada..
pq todo mundo já precisou de ajuda um dia..
e vamos continuar precisando..
pq vivemos em comunidade..
mas eh isso aih..
brasil =)

Rodrigo K.G comentou:

Cara, é complicado, jogava muito Ragnoarok, sempre joguei com personagem de suporte, em servers gringos sempre foi divertido, pois todo mundo se ajudava mutuamente.
Agora, jogar aqui, no nosso server oficial, não vale a pena, por jogadores brasileiros são estúpidos, assim como dito, só pensam nele, e como você é um personagem de suporte é obrigado a curar os outros, e nunca ser ajudado?
O que falta nos players BR é humildade, pois p fulano só porque ficou três meses na frente do pc jogando se acha DEUS.
Por coisas como essa, é que tanta vezes nossos cadastros são barrados em servers internacionais.

Saiyen comentou:

Moço, parabéns. Me passaram o blog e fiquei muito feliz de ler tudo isso.O texto e o pessoal que apareceu aqui pra apoiar. A anos eu jogo online. E concordo com mta coisa dita, mas discordo tb. Eu abandonei Ragnarok depois que os bons players tb abandonaram, pq? Brasileiros..abandonei Gunbound, abandonei Lineage, abandonei CS... E não só pelo fato de ser brasileira, sofrer na mão de brasileiro fdp, de ter que esconder de gringo nao me expulsarem de server, ou pkr até eu desistir de jogar, mas tb por ser mulher. A quantidade de vezes que fui kickada do CS1.6 não ta escrita... mas antes desses xororos que sempre vamos ter sobre isso, devemos lembrar oq mtos já lembraram aki: brasileiro realmente gosta de ser sacana. Hj em dia, ser bom, ajudar é coisa de otário. Não importa que tipo de bondade tu pratique: tu é um otário. E nossa comunidade online, comunidade gamer ainda é uma excessão. Temos o privilégio, de mesmo com tudo isso, termos menos problemas que a comunidade fora da internet. Ainda ( pq a minha vontade as vezes era fazer isso ) não podemos agarrar a gola do fdp sacana do wow e socar ele até ele aprender que não é Deus só pq upou 3 meses de jogo...mas se formos pensar, hj em dia, se um sacana desses na rua puder, ele junta um grupinho e te manda pro hospital senão direto pro cemitério, só pq vc usa uma roupa diferente, ou pq tem algo fora do padrão (ridiculo) que a sociedade exige. Experimenta sair sozinho pra buscar Coca no postinhu na madruga, e voltar feliz pra sua casa pra jogar TF2...se for sexta-feira, no mínimo vários chingamentos vc vai ter ouvido. Palavras, pra algumas pessoas doem mais que um soco, as mulheres que jogam bem sabem disso.

Bom, mas agora noq eu discordo? Olha..jogo em servidores e procuro comunidades internacionais sempre. Fujo de qualquer mmo BR possível, pq já o serviço é uma droga..quantas vezes vimos jogadores reclamando da Level Up? (As empresas ainda n estão preparadas para trabalhar com esse tipo de comunidade)A maior parte dos conhecidos são de diferentes partes do mundo. Demoro pra dizer que sou BR, demoro pra dizer que sou mulher, mas depois que tu descobre que pode "confiar", tudo se ajeita. MAS... a comunidade internacional não é tão flor que se cheire tb. Esses dias ouvi coisas pesadas sobre brs (eles podem ter um pouco de razao), e já passei por situações muito ruins com pessoal principalmente dos Estados Unidos e países latinos e Espanhóis. PArticularmente, se eu escuto um: jejejej ou jajaja, eu corro. Preconceito meu. Sim, nosso. Faz parte de saber viver em comunidade. Saber ajudar quem merece, saber fazer amigos e filtrar oq não presta. Q nem na escola, no trabalho ou na rua. Infelizmente gente ruim sempre vai ter. Mas o discurso "paladínico" : se nos unirmos poderemos mudar o mundo. Ainda está de pé. Ao menos nossa geração está um pouco melhor, e quem sabe a de nossos netos não saiba se portar um pouco mais...

hj jogo em um servidor private de wow, servidor BR. Tirando as excessões, tenho encontrado mta gente legal.Viu, algumas coisas podem mudar ^_^

abraços!

Umiryu comentou:

Falou muito bem falado! Concordo em tudo o q vc disse!

Já joguei MMORPG por um bom tempo e os caras viviam fazendo sacanagem comigo (quando iniciei) e com os outros, dai conversava com os outros pra explicar e simplesmente os q fazem sacanagem sai de perto. Bom mesmo! Nao preciso de gente filha da puta d meu lado! Resumindo, o cara q eu ajudei acabou me ajudando a upar e pegar uns itens que precisava.
Afinal, jogos online cada um tem q se ajudar! Imagina vc indo la matar um BOSS sozinho!

Mas parei d jogar no PC porque os servers brasileiros simplesmente somem ou acontece algo errado....e na maioria pior, 75% de filhas da puta jogando se achando o melhor!

Até agora, no video-game, nao tive muitos problemas nenhum em server americano. Mas sim, exite muito americano filha da puta tb, por exemplo, ja vi aliado matando seus próprios companheiros por diversão, mas quando isso acontece a galera se junta pra meter bala nele..hahauhauah!

Abraço!

Angelo comentou:

São poucos os games que jogo online e não vejo problema nessas brincadeiras, tanto que já caí em algumas. Quantas vidas você tem em um jogo desses e quantos tutoriais existem na internet para que você aprenda pelo menos o básico antes de jogar? Se você tá afim de ser um cara BOM, você tem que se empenhar e não ganhar as "dicas" de mão beijada. O fato de brasileiro ser isso ou aquilo no exterior não tem nada a ver com o que ele é nos games, seu texto não tem fundamento pois pessoas desse gênero tem em toda parte do mundo. Ao invés de ficar choramingando, procure uma solução para o seu problema, que nem é tão grande assim.

Bruno comentou:

Angelo, a questão não é se você se ofende ou não, ninguém da a mínima se você é machão ou não. O que interessa é que tem gente que se ofende SIM, e que, por isso, é falta de respeito fazer esse tipo de coisa com newbies que você não conhece. De qualquer maneira, o autor do texto só usou o exemplo do F10 pra ilustrar o ponto de vista dele, o problema não é essa brincadeira, e sim o que o foco do texto inteiro trata, a falta de respeito. Acho que um pouco de treino em interpretação de texto faria bem pra você.

Ninguém está choramingando sobre nada, estamos meramente expondo o problema, e sim, oferecemos uma solução... Você acha que o "adote um newbie" e o post como um todo é o que? Palavras escolhidas randomicamente?

Volte sempre.

Sam comentou:

owned

Angelo comentou:

Porque não interessa se eu me ofendo ou não e você sim? Significa que é melhor e a sua ofensa vale mais? É um simples jogo e a vida de ninguém que está jogando e perde depende disso, é como você quando jogava Teken com seu irmãozinho pegava o Eddy (da capoeira) e detonava, isso é certo? Não há interpretações entre certo e errado nos games, você adota o personagem e o caráter que quiser, porque NÃO É REAL! Nunca interpretou nenhum personagem mal em um RPG ou em uma peça teatral? É a mesma interatividade, não deixa de ser uma diversão e isso não vai me fazer um cara com ou sem caráter.
Não havia lido o "adote um newbie" e realmente, talvez seja a solução pro seu super problema. Talvez as palavras não sejam escolhidas randomicamente, mas esse assunto...
Voltarei, voltarei... :)

Bruno comentou:

Cara, o personagem pode ser interpretado, mas entre interpretar um personagem mal e ofender os outros há uma GRANDE diferença.

Vamos forçar um pouco a barra, mas imagine um jogo onde ao entrar num chat com voz, todo mundo passe a te xingar no microfone e te passar informações falsas assim que você disser que é novo no jogo. Me diz se você continuaria a jogar? Você faria algo semelhante com alguém que você nao conhece na rua? Então por que fazer isso com alguém num jogo, só por ter a proteção dele não poder te ver (e te dar uns tabefes, hehe)?

O problema pode não ser o fim do mundo, mas com certeza seria mais divertido pra todo mundo se no mundo dos games online as pessoas se tratassem com respeito!

Angelo comentou:

Lutamos intensamente para saber das verdades, muitas delas não são ditas e muitas vezes caímos em mentiras, isso não muda. Não estou defendendo quem faz isso, só não acho um problema, no meu caso eu vou atrás para saber o que é certo e errado, pesquisa nunca é demais, claro, torna-se mais fácil quando se tem um "professor" mas temos que entender que na vida nunca vai ter alguém para te estender a mão. Se tu cair de bicicleta por causa de um "areião" vai brigar com as pessoas ao teu redor porque não te falaram que ali existia? Ou com o Google Maps que te deu esse caminho? Não tem fundamento. É só o cara adotar um novo usuário e fingir que nada aconteceu, esse já aprendeu mesmo... mas na vida como você faz? Um mínimo de noção a pessoa precisa ter velho... se não tem devia procurar ter. Já que tu trabalha, como tu trata estagiários em sua empresa? Nunca fez uma brincadeira? É a interação, ele não vai ficar brabo contigo, a não ser que tire ele pra Cristo em toda situação, o que não é o caso. No meu post anterior ignorei seu assunto, mas rende discussões interessantes então ele é bom, não que eu concorde com tudo, mas é bom e pessoas voltam atrás... :)

Anônimo comentou:

eu sempre ajudo os noob pq ninguem comesa um jogo como um pro todu mundo ja foi um noob e semrpe tento ajudar eles e tbm brasileiros sao os que mais usan hackers ja joguei jogos em q brasileiros sao banidos pelo fato de usarem tanto o hacker o ant-hack atualizava toda semana porem 3 dias depois da atualização os hackers sempre voltavam e sempre sao Brasileiros e odio mais ainda quando outros jogadores ficam perguntando onde baixam o hakcer

Saiyen comentou:

Angelo, concordo em alguns pontos com vc.Alguns :) Como disse, isso pode acontecer e faz parte passar por isso pra aprender. Mas entendo que quando o Bruno fala de falta de respeito, estamos muito além de uma brincadeira. Eu convivo direto em ambientes virtuais, vc quer um exemplo bobo? Olha o Second Life, eu trabalho com ele. Você visita cidades, faz compras faz amigos..igual a vida real, ou igual a qualquer outro game que envolva um mundo virtual, seja rpg ou fps..etc.. acontece que se vc vai dar uma volta no centro da tua cidade, comprar um livro e passa por uma loja cara pra caramba, tu não vai chegar gritando no meio do estabelecimento dizendo: "ooo seu FDP NOOB, tá loko colocar preço assim nessa p@#$?? Vai t@#$%, tua mãe..etc...". Bom senso sabe? Coisa que brasileiro em especial não anda tendo. Outro exemplo, vc está na rua perdido e pergunta pro taxista:"com licensa, onde fica a rua tal?" Ele te responde..vc agradece e sai feliz. Tirando os cretinos que indicam o caminho errado, vc vai ficar feliz e ele vai ficar de boa..Agora vamos a esse exemplo em um mmo: com licensa, poderia me indicar o caminho pra Payon? ( nota, vc está jogando pra se divertir, pode ser educado, e é legal interagir com outros jogadores..afinal se vc quisesse ficar calado ia pro seu PS2 ou Wii ou ainda Atari..)Dae a pessoa super legal te responde: "vai t#$ no c#$ seu noob, não sabe usar o Google??"


Pois é...bom senso..apartir do momento em que vc decide jogar algo em comunidade, no mínimo educação e saber como se portar em uma vc deve ter. Minha mãe não pediu pra ser chingada só pq eu acertei um headshot em ti. ;)


Continuo apoiando a campanha adote um Noob :) e mais, todos foram noobs um dia, pra que brigar se o melhor é fazer amigos? Consultar tutoriais todos podem, realmente, mas dae vou dar razão pra minha mãe quando ela diz que jogos são pra antisociais...bom post mesmo heheh

Angelo comentou:

Saiyen, pontos de vista interessante. Acho que você está certo quanto a sair por aí xingando, acho que o jogo está lá para ser jogado, nada mais e nada menos. Acho que brincadeira é bom, divertido mas tem limites, cabe você impor e para isso servem os GMs e toda a assistência por trás do jogo.

Saiyen comentou:

Good point. Regras né? O ser humano não consegue viver em harmonia sem elas :P Mas ainda assim acredito em um propósito maior além do simples jogar..mas aí depende de cada um também, e do jogo..e da empresa, e do criador..enfim..tantas coisas para serem levadas em consideração que fico com o bom senso e como vc disse, com os GMs heheh aliás esses poderiam fazer uso de bom senso tb..não mataria ninguém :P

;) Muito bom poder trocar essa idéia!

Leono // comentou:

Rofl jogo e pra isso ai.. zuar =)

Aposto que quem fez isso foi um loser se não ainda o é ...

Concordo que devemos ter educação, agora a zueira do f10 por exemplo ... isso e normal em qualquer jogo .. zuar os newba e padrão loooool

Heom Thurok comentou:

Muito bom o texto.
Toda a discussão também.
O importante é se divertir, agindo como voce quer que façam com vc. Se voce vive zuando, nao reclame se zuarem vc.
Nao gostou da brincadeira, deixe isso bem claro, e nao interaja mais com esse cara.
Eu jogo wow, tranquilo na minha, pergunto as coisas para outros jogadores, alguns respondem e ajudam, outros nao ajudam, eu sempre agradeço e sigo em frente. Nessas, eu sempre faço novos "amigos" e adiciono em minha lista. Meses depois quando eu preciso de algo e eles já estão no nivel maximo e eu peço ajuda, os caras me ajudam porque eu soube lidar com eles e até com a impaciencia deles.
As vezes eu até vejo um novato meio perdido no cenario e pergunto se ele precisa de ajuda.
Ajudei uma mulher que tinha iniciado e agora ela está bem afrente de mim. As vezes ela deposita uma grana no banco da minha guilda pra nos ajudar. Camaradagem sempre tem, e os manés tambem.
A questão é como voce lida com isso tudo.
Eu sou tranquilo, tenho uma vida normal, estudo, trabalho, tenho amigos fora da net, saio com amigos, visito familia.(talvez por isso nao esteja no level maximo) Mas sem problemas, eu gosto muito de jogar e levo isso na boa. Já caí na mentira do CTTRL + L no Tibia, fiquei muito puto na hora, mas eu reloguei e continuei jogando, e dei umas boas risadas da minha "noobice".
Na vida real agente se aproxima de ambientes e pessoas que podemos encontrar bom papo e relacionamento, e evitamos lugares que sabemos que seremos perturbados, assaltados e desrespeitados.
Num MMORPG é por aí.
Excelente texto.

Postar um comentário

      web stats     PageRank