segunda-feira, 20 de abril de 2009

Brasileiro criativo? Uma ova!


Um belo dia eu estava no terminal de ônibus aqui na minha cidade esperando no ponto até o meu ônibus chegar (que demora pra cacete por sinal). É comum nos terminais de ônibus existirem diversos vendedores ambulantes aos cantos vendendo parafernálias diversas e CDs/DVDs piratas. Pois que ao fundo escuto uma trilha sonora familiar, sinto aquele arrepio no fundo da espinha ao ver que era uma das minhas músicas favoritas: um clássico do Angra na saudosa época em que o Mestre André Matos ainda era vocalista. Consegui definir a melodia como sendo Stand Away, do primeiro álbum do Angra, o Angels Cry de 1993.

Pra quem não é fã de Angra ou não conhece a música, segue um link pra mesma no youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=qCA0qZRWhdA&feature=related

Desnecessário dizer que essa (pelo menos pra mim) é uma obra-prima do Metal Melódico, sendo que a parte mais difícil de longe é a vocal.



Claro que diante do fato de um camelô estar tocando Angra no máximo eu me aproximei imediatamente para verificar se realmente existia algo como um vendedor ambulante metaleiro.

Até ai nada de estranho certo?

Errado.

Claro que seria bom demais pra ser verdade uma barraquinha de camelô com Angra tocando no aparelho de som, pelo menos aqui no Brasil, terra da dança do créu, mulher melancia e semelhantes.

Escutando atentamente o som distorcido proveniente do aparelho chinês de má qualidade do ambulante me deparo com o plágio mais filho da puta descarado e mediocre que já vi na vida. O que por um momento eu achei que era uma das minhas músicas favoritas tocando, na verdade não passava de um FORRÓ gravado em cima do original do Angra. Minha indignação era tanta que tive vontade de chutar a barraca (literalmente), falar pra todo mundo que aquilo tava errado, que era uma cópia, mas apenas me contive e perguntei o nome do "artista" que gravou aquilo.

Ouçam o aborto musical:




Depois que a raiva e a indignação passaram, tirei um momento pra refletir e cheguei a conclusão que brasileiro não é criativo coisíssima nenhuma. Essa nossa fama não tem fundamento algum.

O exemplo dado acima foi apenas o estopim para que eu começasse a reparar que muitas outras coisas que supostamente são "originais" e "incríveis por serem nacionais" não passam de cópias baratas. A exemplo disso temos:

  • Alguém ai lembra daquela outra música de péssimo gosto, Morango do Nordeste, que praticalmente todo mundo gravou aqui no Brasil um tempo atrás? Criativo não?

Você ainda acha brasileiro criativo?

Depois desse monte de lenga-lenga, pra mim só fica claro uma coisa: como já dizia Albert Einstein.
  • "O segredo da criatividade é saber como esconder as fontes."


Link: Campanha TRETA "Usura não!"


PS: Aproveitando, é com grande alegria que a banda que me inspirou a fazer esse post está de volta a ativa e em turnê. Agora com o Confessori de volta às baquetas... =D
PS2: Desculpem o desabafo.

17 Nerds comentaram sobre isso:

Sam comentou:

Hahahaha ótimo tópico! Me fez lembrar de uma banda de axé, que felizmente esqueci o nome, que chupinhou uma música dos Beatles... revoltante não!?

Felipe comentou:

Kra, eu tava do seu lado qdo vc escreveu o post e deu pra vc ver minha revolta!!! E depois falam que os brasileiros são criativos e se vc mostrar as músicas originais para uma pessoa que só conhece esses "covers" é capaz ainda de falar que o forró é o original!!! Revoltante

Feko comentou:

Bah, 100% apoiado!! Principalmente nessa parte de músicas, chega a ser revoltante. Lembro de acordar para ir trabalhar, um ano e pouco atrás. O rádio estava ligado, e iniciava-se a maravilhosa melodia de Still Loving You, do Scorpions (Clááááássica!!). Quando vejo que era um desapontador sertanejo de corno. A pior parte foi no refrão que substituiram "Still Loving You" por "Meu anjo azul".

Lucas "Bixo" Dias comentou:

Essas coisas acontecem, infelizmente.
Sux pra caralho por sinal =/

Mas por isso falar que brasileiro não é criativo é temço cara =/ Você tá pegando só uma prção, das piores por sinal, e generalizando prum território gigantesco no qual inumeros mestres de música surgirma e surgem por ai nos mais diversificados estilos.

Qaunto aos programas de TV, a coisa complica de fato, partindo do que você disse me lembrei na hora do programa do luciano hulk com seu plágio mal feito de "Overhoulin'" e "Extreme Makeover".

mas é a tal história... vende-se o que o povão gosta, e condiciona-os a gostar da mesma coisa... quems e fode somos nós.

Fico pensando se um dia terei a chance de mandar um forrózeiro praquele lugar por achar que a música do angra é a cópia uahauhauha

Darklontra comentou:

Fuck Forró ...

Sam comentou:

Só temos que tomar cuidado com o fascismo aqui rsrsrs. Esses foram exemplos de plágios descarados, mas o forró de verdade é uma expressão artística brasileiríssima e extremamente original. Assino embaixo a fala do Bixo, não se pode mesmo generalizar. E como eu sou chato, vou lançar uma polêmica! Será que essa revolta em nós (veja que estou me incluindo) seria a mesma se fosse uma banda de metal fazendo uma música usando trechos de forró ou qualquer outro gênero brasileiro (e acho que bandas de metal nacional já fizeram isso, só não consigo me lembrar quais, mas vou pesquisar)? Digo, será que sentiríamos que foi tão plágio quanto? É uma coisa que pensei, e se eu for responder honestamente, talvez eu não achasse tão tosco! Me parece um pouco de etnocentrismo rsrsrs...

Que fique bem claro que continuo achando os forrós do tópico uma tosquice plagiadora de terceira categoria hehehe, não estou os defendendo!!!

Ricardo comentou:

PQP vei....FODA!

Kaji comentou:

Ah, nem é tão difícil imaginar assim Sam:

http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewprofile&friendID=377246421

não é bem o que você falou, mas...

titicadegalinha comentou:

ahehaeuhauhaehauhuahea...
Chega a ser engraçado uma coisa dessas, imaginei a cena e a decepção!
Ótimo post...

Adriano Leal
http://titicadegalinha.wordpress.com/

Bruno comentou:

É que pela grande diferença musical e até certo preconceito dos headbangers com esse tipo de música, acho que a ultima coisa que um metaleiro faria é copiar uma melodia de uma musica sertaneja ou de um forró. O contrário já não é válido já que existem muitos exemplos de músicos frustrados que queriam seguir carreira no rock mas partiram pra outros ramos que dão mais dinheiro. Um célebre exemplo disso é o Hudson da dupla Edson e Hudson que até chegou a lançar um cd de rock instrumental mais pesado.

O link que o kaji mandou não se aplica (nem abri, mas tenho certeza que é do Hardneja Sertacore), já que não é um plágio e sim uma versão diferente (até meio zuada) da mesma música. Se eu não me engano eles até citam as verdadeiras fontes da música e em momento algum tratam como se fossem de autoria própria.

Estou aberto a maiores discussões.

Sam comentou:

Sim, eu pensei nisso também Ptk! Conversamos disso na cantina da Física. O lance que eu questionei foi se teríamos a mesma reação caso o Angra chupinhase um trecho de Asa Branca, por exemplo, e colocasse numa música com letra diferente. Eu, pelo menos, tenho certeza que teria uma reação menos revoltada, na verdade até acharia legal. Complicado, penso!

Sam comentou:

A propósito: esse é um forró ruim, que chupinhou um metal bom. Tem forró bom também, e tem metal ruim. Digo, usando parâmetros subjetivos, claro.

Lucas "Bixo" Dias comentou:

Ae.. vi que o sam postou agora.
Só vale lembrar uqe, pelo menos as bandas de metal que eu vi, que suam ritimos caracteristicamentes brasileiros (Angra incluso) utilizam da "ideia do estilo" mas não vão chupinhando as músicas dos outros...
Não sei quanto a vocês, mas se acontecesse de uma banda minha plagiar uma outra banda (não precisa ser de forró ou axé ou etc... qlqr plágio mesmo) seria definitvamente muito decpcionante pra mim, talvez eu não me "revoltasse", mas certamente nunca mais veria a banda com os mesmos olhos.

E reforçando o que o sam disse, existe realmente forró ruim (e esse é um bom exemplo) e forró bom, do mesmo modo que existe metal bom e metal muito ruim mesmo. Falo usando parametros um pouco menos subjetivos (já que é imporssivel se livrar da subjetividade).

Abraços o/

ps.: passem no meu blog, post especial sobre covers =)

MayogaX comentou:

Primeiro lugar quero te parabenizar pelo tópico, muito bem feito.

e... se o Andre Matos (que é muito chato) visse isso...

Bean comentou:

Cara, "Batendo na porta do céu - Zé Ramalho" é outra cópia... Quem nunca ouviu "Knocking on the heavens door - Guns'n'Roses"? Mas realmente, esse ai foi pior...

Anônimo comentou:

Lata velha do Caldeirão do Hulk, copiado do Pump my ride da MTV...

Anônimo comentou:

cara um dos melhores post que ja vi uhauhauahuah

Postar um comentário

      web stats     PageRank